28 outubro 2014

Visita à Mostra Nacional de Robótica - São Carlos - SP

Semana passada estive em São Carlos (SP), e tive a oportunidade de visitar a  Mostra Nacional de Robótica, que foi realizada em conjunto com a Competição Brasileira de Robótica (CBR), e as finais da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) na USP de São Carlos.


Mostra Nacional de Robótica - Competições

Além de muita conversa sobre Arduino, PIC, Raspberry, Lego Mindstorms e outras tecnologias para construção de robôs, fui ver o que o pessoal dos colégios participantes estava (literalmente) inventando na parte de Robótica.

Equipe Colégio Maria Montessori
Arthur Falabretti, Prof. Alfredo Ferreira, Rodrigo Teixeira
O pessoal do Colégio Maria Montessori (Maceió - AL), criou um Tricóptero feito com Arduino e material de sucata. A idéia inicial era utilizar motores de HD (disco rigido) para movimentar as hélices, mas para a mostra acabaram optando por motores brushless, controlados por um Arduino Uno e um acelerômetro MMA7361. Terminada a mostra, voltarão ao laboratório para continuar testando o uso dos motores de HD no projeto.



Equipe Colégio João XXIII
Fabrício Toledo, João Pedro e a Prof. Simone Gonçalves.
Os alunos do Colégio João XXIII (Volta Redonda -RJ) criaram um pequeno robô que desenha formas geométricas à partir de comandos no Arduino. Fabrício Toledo e João Pedro utilizaram um Arduino Uno, um kit de chassi 2 rodas e um shield para controle dos motores. Adaptaram no chassi um "braço" que segura uma caneta para quadro branco  e escreve conforme o robô se movimenta. Os meninos prometeram desenvolver ainda mais o robô, adicionando novos recursos.




Equipe EEEFM Clovis Borges Miguel
ROB, Gabriel Nascimento e Gabriel Tótola
Por último, um projeto pra lá de especial, já que envolve ajudar o próximo. Mais especificamente, crianças com câncer. O Gabriel Nascimento e o Gabriel Tótola , da EEEFM Clóvis Borges Miguel (Serra - ES) criaram o ROB, um robô que tem a intenção de auxiliar no tratamento por meio da interação com as crianças, seja conversando, contando histórias, incentivando ou propondo desafios e vibrando a cada conquista. Segundo os alunos, "...o robô seria mais do que um robô, mais que um brinquedo, ele desempenharia o papel de um terapeuta, porém sem a barreira da idade e da formalidade muitas vezes presentes nas relações médico-paciente". O projeto a princípio usa um RoboSapien com kit MP3 e microfone, mas em breve receberá um kit com Arduino e funções de comando de voz.

Esses foram apenas alguns exemplos. Tem muita coisa boa sendo inventada por aí e cabe a nós incentivar cada projeto, do mais simples ao mais elaborado. Valeu !

2 comentários:

  1. Olá, amigos!
    Fiquei muito feliz com essa matéria sobre a MNR 2014. O Colégio João XXIII é uma de nossas unidades e esse robô é um projeto que faz parte de um trabalho muito maior, que contempla todas as nossas 5 unidades de Ensino Regular e uma unidade especializada em atender à 3ª idade. A participação na MNR (pela segunda vez) e a empolgação e dedicação dos alunos e professores são alguns dos inúmeros resultados positivos desse trabalho. No dia 13 de novembro realizaremos em Volta Redonda nossa mostra anual de projetos de Robótica. Quem estiver por aqui, sinta-se convidado. www.portalvr.com/fevre

    Anderson Couto
    Assessoria Técnica
    FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOLTA REDONDA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Anderson,

      Obrigado pelas informações e pela visita ao site. Agradeço ao João, ao Fabrício e à Simone, que foram muito atenciosos.

      Abraço !

      Excluir